Bronze e saúde: combinação impossível

camara3Pele bronzeada é sinônimo de pele queimada pelo sol, ou seja, danificada pela exposição solar e suscetível a envelhecimento precoce, manchas e, até mesmo, câncer. O sol estimula a produção de enzimas destruidoras do colágeno, o que acelera o processo de envelhecimento. Além disso, os raios levam também à mutação do DNA, o que pode causar câncer de pele. Sendo assim, bronzear-se é totalmente contraindicado, mesmo que seja usando protetor solar. Não é possível “pegar uma cor” usando filtro solar adequadamente. Se a pele ficar morena, isso significa que houve queimadura, ou seja, a proteção não foi efetiva e a pessoa está suscetível a todos os riscos que a exposição solar sem proteção traz – tanto para o momento quanto para o futuro. Por mais que nossa cultura valorize o bronzeado, é preciso priorizar a saúde. Não é possível proteger a pele dos danos causados pelos raios solares e, ao mesmo tempo, ficar com a pele morena. Levando em consideração os riscos que o sol representa, minha recomendação é que cada um a mantenha em seu próprio tom de pele. Além do envelhecimento precoce e do risco do câncer de pele, a exposição ao sol sem proteção pode provocar manchas em todo o corpo.

Há alguns anos, a Anvisa proibiu o uso de camas de bronzeamento artificial devido aos riscos de câncer de pele. Elas podem ser ainda mais prejudiciais à pele do que a própria exposição ao sol sem proteção. Elas aumentam – e muito – os riscos do desenvolvimento de câncer de pele. […]

Acima de tudo, o mais importante é cuidar da saúde da pele. Desejar ter uma cor sem pensar nos riscos para o futuro é imprudente. A Organização Mundial de Saúde estima que em 2030 existirão 27 milhões de novos casos de câncer. Não faça parte dessa estatística.

(Annia Cordeiro é médica dermatologista e diretora da Clínica da Pele Annia Cordeiro, de Curitiba, PR).

Nota: É lamentável que, por causa da vaidade e da busca pela beleza a qualquer custo, muitas pessoas (principalmente mulheres) sacrifiquem a saúde. Já falei sobre o problema do uso de roupas apertadas (confira), do uso de salto alto (confira) e mesmo das câmaras de bronzeamento (confira). É natural que a pessoa queira parecer bela e se sentir bem consigo mesma, mas isso não deve jamais ser feito à custa da saúde. O corpo humano é, segundo a Bíblia, templo do Espírito Santo, não um mostruário para todos os olhares. Tudo o que sacrifica a saúde e o bem-estar vai de encontro à orientação divina quanto ao cuidado que devemos ter com o corpo. Em relação à cor da pele, todas têm a sua beleza, e isso mostra que Deus Se agrada da diversidade. Goste de si mesmo exatamente como você é. [MB]

Anúncios