Série da Globo tratará da luta entre o bem e o mal

Vade-RetroA luta do bem contra o mal será o universo de “Vade Retro”, a nova série da Globo, com estreia prevista para abril. A trama de Alexandre Machado e Fernanda Young, com direção artística de Mauro Mendonça Filho, vai apresentar a história de Celeste (Monica Iozzi), uma doce e ingênua advogada, e de Abel Zebu (Tony Ramos), um empresário milionário, misterioso e sem escrúpulos. Ele, com segundas e terceiras intenções, vai fazer de tudo para corromper a moça e usá-la em seus negócios escusos – alguns até de outro mundo. Ela, sem saber ao certo onde está se metendo, tenta resistir aos encantos e ao poder desse homem, ao mesmo tempo em que se sente atraída por tudo o que Abel tem para oferecer (com informações de Gshow).

Nota 1: É muito interessante para o inimigo de Deus que as pessoas levem na brincadeira assuntos espirituais como o grande conflito entre o bem e o mal. Ele ganha das duas formas: tanto se as pessoas crerem que ele não existe, quanto se acreditarem que se trata de uma figura caricata e divertida. O diabo é um ser real; um anjo caído rebelado contra o governo de Deus e que há milênios vem causando estragos aqui neste planeta. A humanidade, na visão de muitos guias religiosos ao longo da História, vive um perpétuo conflito entre as forças do bem e do mal. Uma das versões desse conflito é a da Igreja Adventista do Sétimo Dia, constituída com base em certa interpretação da Bíblia. Em 1858, Ellen G. White, uma de suas fundadoras, escreveu O Grande Conflito, uma narrativa do “grande embate entre Cristo e Satanás”, que existe desde a criação do mundo e perdurará até o dia de sua destruição final.

Na versão adventista [bíblica], o pecado passou a existir quando Satanás, um anjo criado para viver no Céu em comunhão com Deus, encheu-se de orgulho e insatisfação com a vida sob as leis do Senhor. Movido pela ânsia de autonomia e igualdade com Deus, ele liderou uma rebelião que resultou em sua expulsão do Paraíso. O campo de batalha deslocou-se, então, para a Terra, onde Satanás infectou Adão e Eva com seu orgulho e os persuadiu a desobedecer a Deus, que, como castigo, privou-os do domínio que lhes fora concedido sobre a Terra. Depois de outorgar-se o título de “príncipe deste mundo”, Satanás deu continuidade à sua rebelião a partir da nova base de operações terrena, onde sua queda foi, finalmente, decidida pelo abnegado sacrifício de Cristo na cruz.

Para os adventistas do sétimo dia, o grande conflito envolve o caráter, a soberania e o governo de Deus sobre todo o Universo. A rebelião de Satanás contesta a lei de Deus, denunciando-a como arbitrária e opressiva. Questiona, também, o caráter de Deus como imperfeito e nega-Lhe o direito de governar o Universo. E esse conflito permanente afeta todos os aspectos da nossa vida. Nesse grande conflito, o que está em jogo é a vida ou a morte eterna.

“Vivemos em um mundo onde o bem e o mal, o certo e o errado lutam pela supremacia. Há apenas dois lados nesse grande conflito espiritual. De que lado estamos? Essa é uma escolha de consequências eternas, porque a vida e a morte são, literalmente, eternas” (Clifford Goldstein).

Nota 2: A expressão “vade-retro” significa “arreda-te”, “vai para trás”. Foi usada por Jesus quando foi tentado pelo diabo em Mateus 4:10 (“Retira-te, Satanás”) e também por Ele em Mateus 16:23, para repreender o apóstolo Pedro, quando este tentava fazê-Lo desistir do Calvário (“Arreda, Satanás!”).

(Megaphone Adventista)

Anúncios