Montadora europeia propõe semana de seis dias aos seus funcionários

volksA Autoeuropa está negociando um novo horário com os trabalhadores da fábrica portuguesa do grupo Volkswagen. A empresa liderada por Miguel Sanches propõe que a unidade passe a funcionar seis dias por semana e que os operários tenham apenas uma folga fixa, ao domingo, e duas folgas consecutivas a cada três semanas. Essa medida já está sendo aplicada nas fábricas do gigante automóvel alemão um pouco por toda a Europa e deverá entrar em vigor a tempo do arranque da produção em série do novo modelo, o T-Roc, marcado para a primeira semana de agosto. Os trabalhadores estão dispostos a aceitar a solução, mas só se for atribuído um bónus no salário. “Estamos em negociações com a empresa para reduzir o impacto junto dos trabalhadores e evitar o conflito social dentro da fábrica”, adianta ao DN/Dinheiro Vivo o coordenador da comissão de trabalhadores, Fernando Sequeira, que substituiu o histórico António Chora no início do ano. A administração, por seu lado, garante que está negociando com a comissão de trabalhadores “os modelos de trabalho para fazer face aos planos de produção dos próximos anos, uma vez que o interesse e a prioridade da Volkswagen Autoeuropa são, como sempre, criar um bom clima laboral, gerar e manter emprego e dar condições adequadas aos seus trabalhadores”. […]

(DN Portugal)

Nota: Para enfrentar a crise econômica que assola a Europa e outras partes do mundo, ideias como essa da Volkswagem podem favorecer grandemente a adoção de um dia único de descanso garantido por lei, o domingo. [MB]

Anúncios