Os que os cristãos amam e odeiam

Como-Vencer-a-Guerra-Cultural“Os santos amam a verdadeira paz. Eles também odeiam a falsa paz, a paz baseada em mentiras. Os santos odeiam a violência e a intolerância para com os pecadores. Mas eles odeiam também a tolerância ao pecado. Os santos amam mais os pecadores e menos os pecados do que todas as outras pessoas. Essas duas excentricidades confundem as pessoas e, não raro, as ofendem. Na época de Jesus, a primeira dessas duas coisas que os santos fazem – amar os pecadores – ofendeu seus inimigos, pois a moda era então exageradamente cruel: uma verdade sem paz. Hoje, a segunda dessas duas coisas que os santos fazem – odiar os pecados – ofende os inimigos de Cristo e de sua Igreja, pois a moda agora é ser excessivamente benevolente: uma paz sem verdade. Na época de Jesus, aqueles que amavam os pecadores eram acusados de amar os pecados. Hoje, aqueles que odeiam os pecados são acusados de odiar os pecadores.”

(Peter Kreeft, Como Vencer a Guerra Cultural)

Anúncios