Vídeos sobre a Reforma Protestante

No dia 31 de outubro de 1517, Lutero afixou 95 teses na porta do castelo de Wittenberg, na Alemanha. Esse ato mudou a história do mundo religioso para sempre. Seu gesto era um convite ao debate, mas suas perguntas nunca foram respondidas com base na Bíblia, pois os líderes da igreja de então sabiam que não tinham resposta.

Muitos afirmam que o protesto de 500 anos atrás já acabou, mas para aqueles que querem seguir a Palavra de Deus o protesto continua, pois muitas práticas no mundo religioso hoje estão fundamentadas unicamente na tradição (sem amparo da Palavra de Deus). Paulo afirmou que ainda que um anjo nos mostrasse um evangelho diferente do apresentado na Bíblia jamais deveríamos aceitar. Só que hoje multidões seguem cegamente práticas sem sentido e sem apoio bíblico.

Viajemos agora 500 anos no passado, e leiamos algumas palavras do homem que Deus usou para mudar o mundo:

“Não façais violência à minha consciência, que está ligada às Escrituras Sagradas.”

“Não orem por mim, orem pela Palavra.”

“O evangelho não pode ser pregado sem dano.”

“Mesmo que houvesse tantos demônios em Worms como telhas no telhado eu ali entraria.”

“Não posso retratar-me e não me retratarei, pois é perigoso a um cristão falar contra a consciência. Aqui permaneço, não posso fazer outra coisa; queira Deus ajudar-me. Amém.”

“Nossa responsabilidade é maior do que foi a de nossos antepassados. Somos responsáveis pela luz que receberam e que nos foi entregue como herança. Somos também responsáveis pela luz adicional que hoje, pela Palavra de Deus, está a brilhar sobre nós” (Ellen White, O Grande Conflito, p. 164).

(Pastor Jetro Castro Ortega é professor e capelão do ensino superior no Unasp, campus Hortolândia)

Anúncios