O dia em que a profecia comunista começou a falhar

muro berlimNove de novembro de 1989: há precisamente 28 anos, iniciava-se a derrubada do mais famoso muro da história contemporânea europeia – a célebre muralha que dividia a cidade de Berlim, Alemanha, começava a colapsar, abrindo as portas do ocidente ao povo do bloco de leste, assinalando também o princípio histórico da queda dos regimes comunistas dominados pela então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Um fato histórico da maior importância, sem dúvida alguma, mas também um momento marcante para o Evangelho e a própria Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Recuando um pouco mais no tempo, até 1960, Nikita Khrushchev, líder da URSS, apresentou um dos discursos mais famosos de toda a sua carreira política. Falando a partir do Palácio de Outubro em Kiev (atual Ucrânia), declarou: “Daqui a 25 anos, toda a religião será eliminada da União Soviética. Manteremos um líder cristão como relíquia, para que as futuras gerações saibam como ele era.”

Quarenta e cinco anos depois, no dia 4 de março de 2005, o ministério “It Is Written” (“Está Escrito”) apresentava a primeira série de evangelismo por satélite na história da antiga União Soviética. Essas mensagens foram proferidas pelo pastor Mark Finley a partir do mesmo palco em que Khrushchev tinha feito sua declaração desafiadora. Quanto ao ex-líder soviético, estava morto desde 1971, sepultado no cemitério de Novodevichy em Moscou e, tanto quanto sabemos, jamais exibido como relíquia de coisa alguma.

Grandes convulsões sempre assolam a história da humanidade, provocando certos acontecimentos e impedindo outros. Mas a pregação do Evangelho seguirá sempre até o fim, com uma firmeza que não será impedida.

(Filipe Reis, de Portugal)

Anúncios