Gwyneth Paltrow convida amigas para falar com os mortos

Actress Paltrow poses at the 2015 amfAR Inspiration Gala in Los AngelesGwyneth Paltrow organizou uma conferência espiritual em Nova York para a qual convidou médiuns, curandeiros e tarólogos, e convidou cerca de 600 participantes. O bilhete mais barato para quem quis aproveitar a ocasião para “falar com os mortos” custava 520 euros. De acordo com o El País, no evento, realizado no último fim de semana, os participantes foram recebidos com luxuosos sapatos de couro enquanto esperavam pelos painéis organizados por celebridades, médicos e influenciadores da área do bem-estar. A conferência incluiu ainda tratamentos de spa alternativos, um menu de vitaminas sem glúten e meditação sonora. Foi a própria atriz que acolheu os participantes e apresentou várias das conferências. “Gostamos da ciência e dos dados e tomamos muitas decisões usando os fatos, mas também gostamos do inexplicável e do inexplorado”, afirmou Gwyneth Paltrow.

Durante o fim de semana houve ainda palestras em que nutricionistas defenderam que a cor dos alimentos tem influência na química do cérebro, assim como depoimentos de pessoas que duvidam que exista aids, médicos que rejeitam a vacinação e apostam na medicina chinesa. Houve ainda quem tivesse subido ao palco para afirmar que a morte… não existe.

A atriz é também conhecida pelos excêntricos conselhos que dá aos leitores do Goop, o site sobre estilo de vida que Paltrow fundou em 2008, como tratamentos cosméticos em que as mulheres são mordidas por abelhas ou usar a sauna como remédio para a gripe.

Paltrow publicou uma fotografia no seu Instagram, acompanhada por várias amigas, como as também atrizes Drew Barrymore, Laura Linney, Chelsea Handler e a ex-editora-chefe da Teen Vogue, Elaine Welteroth.

Apesar de não ter confirmado se todas essas mulheres participaram na conferência, a atriz legendou a imagem com a seguinte frase: “Obrigada a esta pequena gangue pelo seu brilho. Que dia incrível.”

(DN Portugal)

Nota: O inimigo de Deus, inventor da mentira de que as pessoas não morrem de verdade e de que os mortos podem ser contatados, tem muitos garotos e garotas-propaganda, especialmente na multibilionária e influenciadora indústria cultural de Hollywood. Quando as pessoas abandonam a cosmovisão judaico-cristã, passam a dar crédito às mais esdrúxulas ideias, e ainda são admiradas por isso. Curiosamente, ontem ganhou as redes sociais a notícia de que Mel Gibson vai filmar a sequência do filme “Paixão de Cristo”, desta vez focalizando a ressurreição de Jesus. Não demoraram a pipocar piadinhas no Twitter e em outras redes. [MB]

Anúncios