Homens são homens, mulheres são mulheres, e o esporte está mostrando isso

Por mais que os ideólogos de gênero esperneiem, uma coisa é certa: biologia não tem ideologia. Jogadoras de vôlei estão se manifestando contra a participação de homens transgêneros na modalidade feminina do esporte. O que é óbvio, afinal, durante a puberdade essas pessoas sofreram a ação da testosterona e tiveram o corpo preparado para ser homens (conforme destacou a ex-jogadora Ana Paula, neste texto). A jogadora Tandara (veja o vídeo acima) foi outra que teve coragem de ir contra o “politicamente correto” para destacar o óbvio: um homem sempre terá vantagens sobre as mulheres em termos de força e em outros quesitos, por mais que tenha se submetido a cirurgias e a tratamentos hormonais. Genética e estruturalmente essa pessoa sempre será homem.

O cúmulo do absurdo ocorre em lutas como o UFC (que por si só já são absurdas…). Homens estão batendo em mulheres no octógono, como é o caso do lutador transgênero Fallon Fox (confira). E ai de quem se atrever a denunciar o óbvio, como aconteceu com o lutador que foi suspenso por ter criticado Fallon e a participação de transgêneros na modalidade feminina do “esporte” (perdoe-me as aspas, é que não consigo considerar esporte uma prática que consiste em machucar e arrancar sangue de outro ser humano, para delírio de uma plateia ensandecida). Homem bater em mulher pode. Denunciar isso, não.

São os paradoxos dos tempos modernos em que as balizas morais foram derrubadas e o relativismo tomou conta da sociedade. Cada vez fica mais difícil segurar os abusos e impedir a normalização do anormal. Por exemplo: Incesto é errado? Conforme já falei em outra postagem, ainda há quem se oponha a isso, mas a TV tem dado um jeito de mudar a opinião pública, como já fez no caso do beijo gay – criticado na primeira vez em que foi exibido em uma novela e elogiado na última. Em breve o incesto também será aceito, e em seguida talvez a zoofilia e a pedofilia. Tudo é uma questão de “formatação” da opinião de uma sociedade que não tem mais freios nem parâmetros.

Tempos difíceis, tempos confusos em um mundo torto. [MB]

Anúncios