Mais um fim do mundo é previsto, desta vez para 23 de abril

fim-do-mundo[Meus comentário seguem entre colchetes. – MB.] Uma nova data para o fim do mundo acaba de ser anunciada: 23 de abril, segunda-feira. Essa data foi estipulada com base em uma mistura entre teorias da conspiração requentadas sobre o Planeta X, numerologia e releituras do livro do Apocalipse da Bíblia. O dia 23 de abril faz referência a uma das previsões de apocalipse mais famosas da história, quando William Miller, pregador da Igreja Batista, disse que o mundo acabaria no dia 23 de abril de 1843. Mais tarde ele mudou a data para 22 de outubro de 1844, dia que ficou famoso como “O Grande Desapontamento”, já que Jesus Cristo não apareceu para dar início ao fim. [Como qualquer estudioso da história das religiões – e do milerismo em específico – sabe, Miller e seus amigos calcularam corretamente a data da profecia com base nos livros de Daniel e Apocalipse, mas erraram no entendimento do que aconteceria no dia 22 de outubro de 1844. Assista a este vídeo para ter mais detalhes sobre o assunto.]

A mais recente previsão do fim do mundo foi de David Meade, para 23 de setembro de 2017, quando o alinhamento do Sol com nove estrelas e com os planetas Mercúrio, Vênus e Marte iriam preceder a passagem do Planeta X, que causaria todo tipo de problema geológico, culminando no retorno de Jesus. Nada aconteceu naquela data, e Meade adiou o evento para o final de abril de 2018.

Esta nova previsão é um repeteco da primeira. Segundo ele, Sol, Lua e Júpiter vão se alinhar com a constelação de Virgem, o que ecoa Apocalipse 12:1-2, que se refere a uma “mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. Ela estava grávida e gritava de dor, pois estava para dar à luz” [já mostrei que esse texto nada tem que ver com elucubrações astrológicas. Confira].

“Um pouco da especulação astral de Meade ironicamente faz eco com a previsão original, que vem de tradições antigas judaicas, greco-romanas, entre outras”, diz Allen Kerkeslager, professor de religiões antigas e comparadas da Universidade de St. Joseph (EUA). “Mas o autor de Apocalipse estava errado em sua previsão, então tanto seu livro quanto qualquer outro livro antigo não tem muita relevância ao prever o futuro”, disse ele ao Live Science. [E aqui vemos que o objetivo do inimigo de Deus é alcançado com essas falsas profecias que fazem os “estudiosos” concluírem que a Bíblia não teria razão. Uma pena que eles caiam tão facilmente na tática da cortina de fumaça.]

Meade não é conhecido por sua consistência nas previsões. Júpiter sequer vai estar alinhado com a constelação de Virgem no dia 23 de abril. O planeta estará alinhado com Libra. Na mesma data, o Sol vai se alinhar com a constelação Aries, enquanto a Lua vai se alinhar com a constelação Gêmeos.

(Live Science, via Hypescience)

Nota: Cada vez que uma “profecia” dessas passa e o mundo não acaba, as pessoas ficam ainda mais anestesiadas para as verdadeiras profecias. E isso torna ainda mais difícil a pregação a respeito da volta de Jesus. Por isso, devemos nos caracterizar pelo pensamento coerente, pela pregação lógica, bem fundamentada, sem sensacionalismos, ou, do contrário, o público nos colocará no mesmo saco onde estão “pregadores” como Meade e outros. [MB]

Anúncios