Benefícios do louvor

praise“A melodia de louvor é a atmosfera do Céu; e, quando o Céu vem em contato com a Terra, há música e cântico, ação de graças e voz de melodia” (Ellen White, Educação, p. 161). “O cântico religioso não deve ser uma atividade à parte, que podemos aceitar ou ignorar, e sim uma arma espiritual em nossa luta cristã, para pôr em fuga as forças do mal, abrandar os corações, dar esperança e força ao povo do Senhor” (Ellen White, A Música na Bíblia, p. 35).

O cântico sagrado é considerado uma excelente fonte de energia espiritual. Que valor temos dado aos hinos em nossa devoção particular? Aproveitamos seus grandes benefícios e sua força espiritual? Os cânticos não precisam ser reservados somente para a igreja. Devem ser incluídos no culto pessoal e no familiar. Cantar hinos acalma, melhora o humor, a circulação sanguínea e a respiração. Ademais, desperta os pensamentos para a mensagem que está sendo cantada, levando gradualmente as inquietudes seculares para fora da mente, e esta é preparada para a verdade que vai ser estudada na Palavra de Deus em casa ou na igreja. É impressionante ler em Salmos 68:24 e 25 a chegada de Deus ao templo ao som do louvor instrumental e vocal. Ele é a pessoa mais importante no auditório. É a Ele que vamos adorar. Nosso cântico de louvor, seja corporativo seja pessoal, é para Ele em primeiro lugar.

A Bíblia e o Hinário Adventista andam de mãos dadas. A força dos hinos aliada ao poder da Palavra alimenta poderosamente nossa alma. Deus deseja que sejamos cristãos felizes, confiantes e que expressemos nossas orações e nossa alegria espiritual também na forma de cânticos sagrados: “Ensinem e animem-se com salmos, hinos e cânticos espirituais” (Colossenses 3:16). “Está contente? Cante louvores!” (Tiago 5:13). “Agrada a Deus que o Seu povo cante alegremente” (Salmo 147:1 BLH). Cantar com a voz e o coração é uma excelente maneira de fortalecer nossa amizade com Deus.

Cantar hinos tem o poder de nos ajudar a expressar nossos sentimentos para com Deus. Inspira-nos no viver cristão. Confirma nossa fé em Deus. Conforta nossa alma. Faz-nos receptivos ao Espírito divino. Reafirma nossa esperança. Confirma as verdades bíblicas aprendidas. Incentiva-nos a testemunhar. Envolve-nos em melodias preces e súplicas, apresentando a Deus nosso louvor, reconhecimento, gratidão, amor, e proclamamos Sua glória, poder e bondade.

A música é a arte dos sons; o poema é a arte das palavras. Cada uma em separado toca nossas emoções. Quando unidas no cântico sagrado o poder de comunicação é potencializado, e o Espírito Santo utiliza esses hinos para tocar no profundo do nosso coração, onde somente palavras faladas não alcançam. Quantas pessoas se reaproximam do Salvador pela força da melodia de um hino que traz à memória sua mensagem há muito esquecida. O Cântico de louvor é uma via de escape quando somos tentados. Louvando recebemos consolo e paz em meio às aflições da vida. Então vamos cantar mais, não só nos cultos corporativos, mas em nossos lares, junto com a família, amigos, e mesmo a sós.

“Deus se alegrará em vocês com imensa alegria. Que é isso que ouço? Um coro cantando alegres canções? Não, é o Senhor mesmo vibrando de alegria, por causa de vocês, com uma canção feliz” (Sofonias 3:17 BV). Esse é o único verso da Bíblia em que lemos que Deus cantará de alegria. Qual o motivo do Seu alegre cântico? É porque Seus filhos, resgatados do planeta Terra, estão ao Seu lado no Paraíso, e viverão junto com Ele, felizes, eternamente. Quão sublime será ouvir Deus cantando. A Bíblia diz que Sua voz é abrangente como o som de muitas águas, e forte como o som de trombeta (Apocalipse 1:10, 15). Teremos o indizível privilégio de ouvir Deus com Sua surpreendente voz cantando de alegria por estarmos ali na Sua presença, libertos de todo o mal e assim vivermos para sempre no Reino do Seu Amor. Cantemos mais louvores hoje como preparo para estar presentes naquele glorioso dia ouvindo deslumbrados Seu harmonioso cântico de alegria.

Faça a experiência dos dez dias com cânticos, assim como Daniel fez com alimentos. Escolha os cânticos espirituais de sua preferência e durante dez dias alimente sua alma cantando esses hinos e corinhos. Ouça-os em casa ou no carro e cante junto. Poderá copiá-los e prendê-los em lugares visíveis, para ajudar na memorização. Cante em voz alta ou na mente; sozinho ou com outros; adormeça cantando, levante cantando; cante no chuveiro, na caminhada, na devoção pessoal. Extravase todas as suas disposições de espírito em cânticos. Encontre, propositalmente, motivos em tudo para cantar. Depois de dez dias, olhe na sua agenda e compare como se sentia antes e como se sente agora. Olhe no espelho e procure enxergar o aspecto do seu semblante. Verá que sua aparência está mais serena e feliz. Assim acontece com quem sempre se aproxima de Deus louvando-O com cânticos. Se gostou, por que não continuar e, também, divulgar?

“Louvai ao Senhor, falai da Sua bondade, cantai a história de Seu poder. Tornai mais agradável a atmosfera que rodeia vossa vida. Louvai com o coração, com a voz, com todo ser, Aquele que é a vossa saúde, o vosso Salvador, e o vosso Deus” (Ellen White, Mensagens Escolhidas, v. 2, p. 267).

Vasti de Souza Viana é graduada em piano pela Uni-Rio

Anúncios