É obrigatório ir aos cultos no sábado?

A diverse church congregation worshipping together - Buy creditsTereza, do Rio de Janeiro, perguntou:

– Olá, pastor! Estou com uma dúvida e penso que o senhor poderá me ajudar. É preciso ir à igreja todo sábado? Não tenho conseguido ir, e minha mãe fala que é errado; porém, eu penso que não adianta ir todos os sábados se não estiver bem para receber a Palavra de Deus. Gostaria de uma resposta, pois isso tem me intrigado muito. Um abraço e que Deus o abençoe.

O pastor respondeu:

– Tereza, se você entende que ir aos cultos todos os sábados é uma obrigação, não vá. Se você entende que ir aos cultos todos os sábados é bobagem, não vá. Se você entende que ir aos cultos todos os sábados é muito chato, não vá. Se você entende que ir aos cultos todos os sábados é perda de tempo, não vá. Se você entende que não ir aos cultos todos os sábados é pecado, não vá. Vá aos cultos, Tereza, somente nas circunstâncias a seguir: quando você entender que ir aos cultos é uma resposta de amor a Deus por todo o amor que você recebe dEle constantemente; quando você entender que é preciso alimentar sua fé com a Palavra de Deus e com o Pão da Vida que é Jesus; quando você entender que você participa de uma grande família e que, quando você não vai, seu lugar fica vazio na igreja e também na mesa de Jesus; quando você entender que não basta ter fé, é preciso viver a sua fé; quando você entender que o sábado é o santo dia do Senhor, de “curtir” a família, os amigos, a vida – principalmente é dia de “curtir” o Deus maravilhoso que a ama de todo o coração. Sabe, Tereza, certamente você já deve ter experimentado aquela sensação de que o culto não muda. É tudo igual, tudo repetitivo, etc. Lembre-se, porém, de que sua família não muda e você a ama; sua escola é a mesma, e você a frequenta; seus amigos são os mesmos e você não enjoa deles. Você vai ouvir também de muita gente que ir aos cultos só vale quando a gente tem vontade. Eu também acho. Mas também acho, querida, que devemos educar nossa vontade para querer coisas boas que nos fazem crescer, que nos fazem felizes.