Quem é o Eu Sou?

santidadeCom fortes dores abdominais, você, depois de muito resistir, resolve ir ao médico. Após uma hora e meia na fila, é chamado para o atendimento. Conversando com o médico, descobre algumas informações, que não o deixam confortável: ele possui a mesma formação que você. Leu os mesmos livros e tem a mesma idade. Sim, ele não é formado em medicina. É claro que essa é uma história fictícia, porém, como você reagiria caso fosse real? É fundamental ou não que o médico seja alguém diferente de você? Ele precisa ou não, apesar de estar acessível, possuir uma característica que o distingua de seus pacientes? Dentre essas, o conhecimento aprofundado do funcionamento do corpo humano, bem como dos mecanismos corretos para correção de eventuais problemas. Essa diferença necessária pode ser aplicada a outros exemplos, além do médico, de tal forma que, em nossa vida, somos acostumados a reconhecer a necessidade de que haja pessoas diferentes de nós, a fim de proporcionar-nos o que precisamos.

[Continue lendo.]