Se o piloto errar, todos sofrerão

piloto“Estou no avião, pronto para decolar com minha mulher, mas não gostei do piloto! Ele parece ser arrogante, preconceituoso, antipático, machista, intolerante… Eu não escolhi esse piloto, mas é ele que estará no comando da aeronave em que estou. Não gosto nem um pouco dele, por isso vou torcer para que cometa muitos erros e pilote da pior forma possível! Vou comemorar cada erro dele; quanto mais ele errar melhor será para eu poder dizer que estava certo! Vou ficar torcendo para o avião cair só para eu poder dizer o quão ruim é esse piloto, para que aqueles que escolheram esse piloto se arrependam muito por tê-lo escolhido. Ah, como eu quero que esse avião caia!”

Não sei quem escreveu essa analogia, mas acertou em cheio. Já desejar a bancarrota de um governo é errar feio; é mirar em um alvo e alvejar o próprio pé. Especialmente os cristãos devem compreender que nada neste mundo acontece sem a permissão de Deus, e que Ele tem em vista principalmente a salvação eterna de Seus filhos, não a remediação deste mundo condenado. Deus trabalha para que possamos ter maiores oportunidades de pregar o evangelho e advertir o maior número de pessoas com respeito à breve volta de Jesus. Para isso precisamos de paz, estabilidade e liberdade religiosa. Temos que orar e trabalhar por isso, sem a ilusão de que esse ou aquele governo trará o paraíso à Terra. Isso não vai acontecer (leia isto). Mas torcer pelo fracasso do piloto também não é o que se espera de um cristão. Na verdade, a Bíblia afirma que Deus “muda os tempos e as estações; Ele remove os reis e estabelece os reis; é Ele quem dá a sabedoria aos sábios e o entendimento aos entendidos” (Daniel 2:21), e apresenta o seguinte conselho:

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade” (1 Timóteo 2:1, 2).

Então, devemos orar pelo piloto e torcer para que ele nos ajude a fazer uma boa viagem, tanto quanto possível e pelo maior tempo possível. Assim, antes de o avião cair de vez, teremos a oportunidade de advertir os passageiros e ajudá-los a olhar para o verdadeiro Piloto, aquele que governa o Universo e conduz a História para seu desfecho.

Eu já disse em uma palestra e repito: a esquerda é tóxica e a direita, perigosa. Portanto, nossa única esperança vem do Alto. Denunciar os desmandos da esquerda e as incompatibilidades do marxismo com a cosmovisão cristã não faz da pessoa um “bolsomínion”, assim como apontar os perigos da aproximação entre o Estado e a igreja promovida pela direita não faz da pessoa comunista. Os cristãos precisam enxergar uma camada acima dessas questões políticas e ideológicas; devem olhar para além dessa polarização sem sentido e perceber que as mesmas mãos manipulam marionetes diferentes (até onde Deus permite, evidentemente).

Não nos esqueçamos de que uma das artimanhas do inimigo consiste em dividir para conquistar. Portanto, vamos nos unir no único propósito que realmente vale a pena e trabalhar para mostrar às pessoas que nosso futuro depende de uma intervenção, não militar nem política, mas celestial.

Oremos pelo piloto, pelos passageiros e pelo avião.

Michelson Borges

Leia também: “Duas faces de uma mesma moeda”

Nota: Por favor, tome algum tempo para assistir aos vídeos abaixo. Creio que lhe serão esclarecedores.