Satanismo, ocultismo, sociedades secretas e maçonaria

secretasAs pessoas adoram um bom mistério. Prova disso é que existem inúmeros vídeos na internet a respeito de temas como Nova Ordem Mundial, ocultismo, sociedades secretas, maçonaria e por aí vai. O problema é que no meio de tudo isso há muita especulação e desinformação – tanto teológica quanto científica. Alguns desses youtubers defendem ideias tão confusas e absurdas quanto a de que o CERN, que abriga o LHC (acelerador de partículas), seria um equipamento construído para libertar os demônios do inferno, cometendo assim um erro duplo: porque o LHC está longe de ser algo do tipo e porque o inferno é um dogma pagão, não uma doutrina bíblica (veja o vídeo que fiz sobre isso). Outros desses propagadores de teorias da conspiração ensinam que a marca da besta seria um chip eletrônico e que os nefilins foram resultado de sexo entre demônios e anjos! (Também falo sobre isso aqui e aqui.)

Entre esses youtubers há os que admitem não conhecer a Bíblia a fundo, mesmo assim vivem divulgando conteúdos bíblicos sem fundamento. Geralmente se trata de pessoas “desigrejadas”, que acreditam que todo sistema religioso é corrupto e que nenhum é de Deus. Por isso a visão desse tipo de youtuber tende a ser contra toda forma de “sistema religioso”.

Sobre ocultismo, satanismo, sociedades secretas e temas afins, temos no meio adventista material sério que não mistura erros, conspirações e loucuras teológico-científicas. Quero lhe recomendar o livro Viagem ao Sobrenatural, do ex-satanista Roger Morneau (da Casa Publicadora Brasileira); o vídeo “O testemunho impressionante de um ex-satanista”, do adventista angolano Gabriel Guilherme Estêvão; e três vídeos do sul-africano Walter Veith (aqui, aqui e aqui), doutor em Zoologia ex-ateu, hoje pastor adventista, cuja história de conversão é contada no capítulo 26 do livro Transformados por Seu Amor, também da CPB.

Ainda que possam aparentar certo “sabor” sensacionalista, como sempre ocorre com esses temas ligados a sociedades secretas e afins, pelo menos se trata de conteúdo apresentado por um profundo estudioso adventista, com base na Bíblia e no Espírito de Profecia. Possivelmente seja o que de melhor temos sobre esse assunto, e por isso resolvi divulgar em meu canal, na playlist “Sociedades Secretas”.

No livro Mensagens Escolhidas, volume 2, páginas 121 e 122, Ellen White escreveu: “O preceito do Senhor: ‘Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis’ (2Co 6:14) não se refere meramente ao casamento de cristãos com infiéis, mas a todas as alianças em que as partes são levadas a íntima associação, e na qual há necessidade de harmonia no espírito e na ação. O Senhor deu direção especial a Israel para se guardarem distintos dos idólatras. Eles não deviam dar-se em casamento aos pagãos nem formar com eles nenhuma confederação. […] Pessoas há que perguntam se é direito cristãos pertencerem aos Maçons e outras sociedades secretas. Considerem eles as passagens acima citadas [ela citou textos bíblicos sobre a necessidade de o povo de Israel se manter longe de associações que fossem comprometer seus princípios religiosos]. Se somos na verdade cristãos, precisamos sê-lo em toda parte, e considerar e dar ouvidos ao conselho dado para tornar-nos cristãos segundo a norma da Palavra de Deus.”

Certa ocasião, Ellen White foi até a Austrália e lá dedicou tempo para conversar seriamente com um funcionário da editora adventista a fim de convencê-lo a não se associar à Maçonaria. Portanto, embora ensine que se deva respeitar todas as pessoas, independentemente de credo religioso ou qualquer outra peculiaridade, a Igreja Adventista do Sétimo Dia não recomenda a seus membros que tenham qualquer relação com sociedades secretas.

Michelson Borges