Engravidar uma mulher é o objetivo de 15 homens em novo reality show

labor loveKristy é uma mulher bem-sucedida e recém-divorciada, que busca no programa correr contra o tempo para iniciar uma família, passando pelo sonho “esmagador” de namorar 15 homens ao mesmo tempo, conforme relatou em entrevista concedida à FOX News. [1] Porém, segundo palavras da apresentadora, Kristin Davis, juntos eles “vão pular o namoro e ir direto ao parto”. O colunista Stuart Heritage, do jornal britânico The Guardian, resumiu de forma excepcional essa nova série produzida pelo canal americano FOX com as seguintes palavras: “Um show de acasalamento […] em que o prêmio é um bebê de carne e osso na vida real.”[2]

Quando pensamos que já chegamos ao fundo do poço, quando o assunto é a podridão moral que esse segmento de reality shows oferece, aparece mais essa série. As sacralidades do matrimônio e da maternidade são indiscutivelmente postas ao escárnio nesse novo programa. Leiamos o que a Bíblia alerta quanto ao tema: “O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros” (Hebreus 13:4, NVI)

O mundo do entretenimento, atualmente tem se rebaixado a um nível tão asqueroso que poderia colocar as cidades de Sodoma e Gomorra para trás na corrida pela deturpação moral. Não é à toa que até mesmo na visão secularista da análise publicada no jornal britânico The Guardian podemos ler: “Labour of Love é tão terrível que nem parece uma série de televisão. Parece um documento projetado para ser apresentado a Deus como um argumento para a total erradicação da raça humana.”[2]

O triste é ver tal conclusão surgindo de uma coluna secular, enquanto presenciamos cristãos também consumindo esse tipo de entretenimento. Afinal de contas, se barbaridades insanas como essa aparecem na TV, é porque existe público assíduo para consumir e tornar isso rentável para a emissora.

Enquanto vemos o mundo definhando em crises políticas cada vez maiores, um possível colapso financeiro sem precedentes, e uma pandemia que abalou os fundamentos da nossa sociedade, surgem programas televisivos como esse que ressuscitam expressões como “panem et circenses” (pão e circo), em que a população se diverte “catatônica” com a desgraça iminente que se aproxima.

labor love 2

Quando crianças, aprendemos na aula de Biologia sobre a pecilotermia, capacidade de alguns animais em regular sua temperatura corpórea de acordo com o ambiente em que estão imersos. Em um exercício mental de um experimento cruel e trágico, aprendemos que ao jogar um sapo em uma panela de água fria, e ir aquecendo a água gradativamente, temos por fim um sapo sendo cozido vivo sem saber o que estava acontecendo. Se pudéssemos trazer um grupo de pessoas do passado, e as juntássemos em um auditório para assistir a esses programas, provavelmente teríamos uma sala repleta de indignação, revolta e quem sabe alguns desmaios diante de tamanho horror.  Mas hoje o que presenciamos são aplausos e diversão, pois Satanás foi enxertando em doses homeopáticas suas imundícies ao ponto de sermos surpreendidos com séries abomináveis como “Labour of Love”. Fica evidente que o “sapo” está prestes a ser cozido sem se dar conta. Maranata!

(Saulo Higa é matemático e membro da Igreja Batista)

Referências:

[1] NAPOLI, Jessica. ‘Labor of Love’ star Kristy Katzmann talks her ‘relatable’ journey to motherhood on FOX’s new reality show. FOX News, 20 de Maio de 2020. Disponível aqui. Acesso em: 8/6/2020.

[2] HERITAGE, Stuart. Labor of Love: the baby-making reality show you won’t believe. The Guardian, 21 de Maio de 2020. Disponível aqui. Acesso em: 8/6/2020.

Nota: Num momento em que as pessoas deveriam estar compenetradas e conscientes de que este mundo ultrapassou seu prazo de validade, setores da mídia secular e da indústria cultural produzem horas e horas de lixo hipnótico para entorpecer mentes e poluir corações. Fique longe desses conteúdos! Não ponha coisas más diante de seus olhos (Salmo 101:3). Sugiro-lhe a leitura do meu livro Nos Bastidores da Mídia, a fim de desenvolver visão crítica e uma cosmovisão bíblica capazes de ajudá-lo na escolha daquilo que edifica. [MB]