NOTA DE ESCLARECIMENTO

Tenho esposa, duas filhas e duas irmãs. Toda a discussão das semanas anteriores sobre o crime de estupro me deixou penalizado e preocupado. Foi pensando nelas, e em outras mulheres cuja triste história de abuso eu conheço, que resolvi escrever um texto falando sobre cuidados que podem ser tomados por qualquer pessoa neste mundo violento. Jamais passou pela minha cabeça culpar as vítimas por qualquer coisa. Não penso assim. O criminoso sempre será o culpado. Minha esposa e eu somos promotores da campanha Quebrando o Silêncio, e temos procurado ajudar mulheres e crianças que passaram pelo trauma do abuso.

Infelizmente, minha intenção foi mal compreendida, e por isso quero deixar mais evidente minha intenção: proteger as potenciais vítimas.

Lamento profundamente o que acabou ocorrendo. Deus sabe o que me motivou. Aproveito para pedir perdão, caso algum leitor tenha se sentido triste com o que leu, especialmente as mulheres. Afirmo que tudo isso me serve de aprendizado, a fim de que eu possa desenvolver um ministério ainda melhor para Deus e meus semelhantes.

Desejo-lhe as mais ricas bênçãos do Céu e oro para que tenhamos um mundo um pouco melhor para todas as pessoas, enquanto aguardamos o mundo perfeito.

Fique com Jesus.

Michelson