Quase 170 mil recebem estudos bíblicos nos primeiros três meses do ano

O desafio missionário em tempos pandêmicos é encarado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia com criatividade, atenção e cuidado com as pessoas. É a realidade de igrejas que proporcionam várias programações, encontros e capacitações realizados de forma digital por conta da necessidade de respeito a medidas de segurança sanitária. Sem falar na ênfase que a organização tem dado para que o atendimento de pastores e outros líderes seja sempre realizado de uma forma responsável.

Neste contexto, o balanço missionário apresenta alguns dados importantes. De acordo com o levantamento realizado pela área de Ministério Pessoal da sede sul-americana adventista, 168.985 pessoas receberam estudos bíblicos no primeiro trimestre do ano por meio do trabalho da organização adventista em oito países sul-americanos. O número de instrutores bíblicos chegou a 130.793.

A Secretaria Executiva da sede sul-americana possui um registro das atividades missionárias. A fonte destes dados é o sistema ACMS, que as pessoas responsáveis pela área de secretaria dos templos adventistas costumam alimentar periodicamente. De acordo com estes dados, de janeiro a março de 2021 foram registradas 39.468 entradas de novos membros adventistas, principalmente por meio de batismos e profissão de fé.

Neste mesmo período, os registros mostram 39.677 saídas da Igreja Adventista, seja por abandono da fé ou mesmo morte. Com isso, o crescimento real de membros ficou em -0,01%, se a comparação for feita no mesmo período em 2020.

[Continue lendo.]