A visão feminista da Bíblia: uma análise em perspectiva adventista

Leia este artigo importante para um momento em que o tema vem sendo amplamente discutido

kerygma

Resumo: O objetivo deste artigo é fazer, por meio de uma pesquisa bibliográfica, uma avaliação da visão feminista da Bíblia sob a perspectiva adventista. A pesquisa avalia alguns textos representativos da teologia feminista, desde a primeira onda até a contemporaneidade, bem como declarações de ativistas e teólogas feministas a respeito da Bíblia. Através desta pesquisa, é possível concluir que há uma tensão significativa entre a visão feminista e a perspectiva adventista a respeito da Bíblia.

Clique aqui para fazer o dowload desse bem fundamentado artigo do pastor e professor Isaac Malheiros. Nas referências há desde nomes históricos do movimento feminista, como Simone de Beauvoir, até figuras mais contemporâneas, como a ecofeminista e teóloga liberal Ivove Gebara, para quem a Bíblia é “a produção literária de uma época com abertura à transcendência”, “e não como ‘palavra de Deus'” (fonte). Ele diz ainda que “meu trabalho é desconstruir […] a Bíblia como a palavra de Deus. Eu digo: não é a palavra, é uma palavra humana, onde se coloca uma pessoa pela qual lhe é atribuída, dependendo dos textos, uma característica”. E apela por mudança: “É necessário mudar a Igreja a partir de dentro” (fonte).

Kerygma é uma publicação científica oficial da Faculdade Adventista de Teologia (FAT) do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp, campus Engenheiro Coelho). Ela é publicada semestralmente em parceria com a Imprensa Universitária Adventista (Unaspress).

Leia também: “A Bíblia e o feminismo” e “Ser mulher segundo a Bíblia”