O cristão não precisa do feminismo para respeitar as mulheres

Você é cristão? Quer tratar as mulheres com o devido respeito? Pode jogar fora o feminismo, abra sua Bíblia. Viva seus princípios. Isso será suficiente!

feminism

O feminismo promete dar para as mulheres valorização e respeito. Essa promessa tem se mostrado falsa. A tristeza é que alguns cristãos têm se iludido com essa ideologia, como se precisassem dela para valorizar as mulheres. O cristão não precisa do feminismo para valorizar as mulheres. O cristianismo é suficiente para isso. A cosmovisão cristã enxerga a mulher da perspectiva verdadeira, a perspectiva divina.

Deus criou homens e mulheres com funções diferentes, mas com o mesmo valor intrínseco. Há diferenças claras e necessárias na fisiologia, na psicologia e em outros aspectos, mas no valor do ser humano não há. Adão disse que Eva era “osso dos seus ossos e carne da sua carne” (Gn 2:23), ou seja, reconhecia a igualdade de valor. Esse é o padrão de Deus para a relação entre os dois sexos existentes. Na criação (na sociedade padrão), havia pleno respeito para com a mulher.

Mesmo após a entrada do pecado, o padrão de respeito continua. Cristo valorizou as mulheres em Seu ministério e nos deixou o exemplo. Paulo colocou como padrão de tratamento do marido para com a esposa a relação de Cristo com a igreja (Ef 5:21-26). Portanto, uma relação sem violência.

Poderíamos multiplicar os exemplos bíblicos de valorização da mulher, mas acredito que já entendemos: a Bíblia é suficiente para tratarmos a mulher como ela merece, não precisamos do feminismo.

Você é cristão? Quer tratar as mulheres com o devido respeito? Pode jogar fora o feminismo, abra sua Bíblia. Viva seus princípios. Isso será suficiente!

(Pastor Felippe Amorim é apresentador do programa Bíblia Fácil, na TV Novo Tempo; Instagram)

Leia também: “O cristão não precisa do “evangelho social” para ajudar os necessitados”