O Dia do Dragão bate na direita e na esquerda

IMG_8187

Em 2014, tive a alegria de visitar na sede mundial da IASD, em Maryland, Estados Unidos, um escritor a quem sempre admirei e que atualmente é o editor da Lição da Escola Sabatina. Tivemos ótimas conversas sobre fé, ciência, escatologia e livros. Os dele já li quase todos, e sempre recomendei no Brasil os que foram publicados pela CPB. O 1844 e o Vida Sem Limites são ótimos! Outros dois, também fantásticos, já estão esgotados: “Meu Encontro com Deus” (que conta a história da conversão do autor ex-ateu) e “O Dia do Dragão”, que faz uma análise da situação do mundo nos últimos dias e apresenta os perigos das ideologias de direita e de esquerda. Clifford afirma que “não há dúvida de que o diabo odeia O Grande Conflito e está usando tanto os de esquerda quanto os de direita para enfraquecer nossa confiança nele”. Para ele, a Igreja Romana “é tão totalitária como o comunismo sempre foi”. Para os de mente binária, falar mal da nova direita significa falar bem da esquerda. Nada mais falso, conforme Clifford deixa bem claro nesse livro. (Aproveito para sugerir a leitura do meu texto “A esquerda é o arco, a direita é a flecha”, no qual também exponho os perigos de ambos os lados do espectro ideológico.) Que o bom Deus continue abençoando o ministério e o teclado do amigo Cliff.