IASD reafirma confiança na Revelação divina

Durante as reuniões da Conferência Geral, que estão sendo realizadas nesta semana nos Estados Unidos, representantes da Igreja Adventista do Sétimo dia de todo o mundo votaram duas resoluções que reafirmam a confiança da igreja na revelação divina:

RESOLUÇÃO SOBRE A BÍBLIA SAGRADA

Como delegados da Sessão da Conferência Geral de 2022 em St Louis, Missouri, expressamos nossa convicção de que a Bíblia é a Palavra de Deus inspirada e revelada. Através das Sagradas Escrituras, Deus revelou a Si mesmo e Sua vontade à humanidade. A Bíblia toda é inspirada e deve ser entendida como um todo para se chegar a conclusões corretas quanto à verdade sobre qualquer assunto revelado. A Bíblia é confiável no que afirma. Seu registo da criação em seis dias literais, a queda dos seres humanos, um dilúvio global para destruir a maldade e preservar um remanescente, a vida terrena, morte e ressurreição de Cristo, bem como as numerosas intervenções de Deus na história para a salvação dos seres humanos são relatos confiáveis dos atos de Deus na história (Lucas 24:27; Hebreus 1:1, 2; 2 Pedro 1:21). Profeticamente, o cumprimento de eventos preditos de acordo com períodos de tempo proféticos estabelece a confiança na Bíblia como um testemunho único da verdade divina, diferentemente de qualquer outro livro religioso (Isaías 46:9, 10; Daniel 2, 7, 8; Lucas 24:44; 2 Pedro 1:19, 20).

Acreditamos que a Bíblia é a Palavra profética de Deus e por meio dos profetas do Antigo Testamento, os apóstolos do Novo Testamento, e principalmente por meio de Seu Filho, Jesus Cristo, Deus revelou como Ele agirá para a salvação dos seres humanos e executar julgamento sobre a maldade.

Comprometemo-nos a, em espírito de oração, estudar e seguir a Bíblia, a Palavra viva e eficaz de Deus. É proveitosa para doutrina, repreensão, correção e instrução em justiça. Permanece para sempre como um testemunho da vontade de Deus, Sua lei, Seus pensamentos e Seus propósitos para os seres humanos e para o nosso mundo, e contém os tesouros da eterna sabedoria e graça (Isaías 40:8; 1 Tessalonicenses 2:13; 2 Timóteo 3:16, 17). Seus princípios e ensinamentos são aplicáveis em todos os tempos, todos os lugares, todos os idiomas e todas as culturas para todas as pessoas. Fala de forma confiável e relevante hoje como no passado, e continuará a falar enquanto o tempo durar.

Também acreditamos que a Bíblia nos leva a um relacionamento vivo com Deus por meio de Jesus Cristo. E pelo Espírito Santo a Bíblia fala diretamente a cada pessoa para revelar o plano de salvação e restaurar os crentes à imagem de Deus. Assim, a Bíblia permanece como a norma para toda experiência religiosa na medida em que revela e ensina a verdade e explica como seus efeitos se manifestam no intelecto, sentimentos e afeições (Hebreus 4:12; Gálatas 5:22, 23).

Expressamos nossa profunda gratidão ao Senhor porque nas Escrituras encontramos esperança para viver em meio aos desafios do mundo. A Bíblia fala do plano de Deus para conceder imortalidade ao Seu povo na segunda vinda de Cristo e, finalmente, após o milênio no céu, para acabar com o pecado e os pecadores para sempre e estabelecer a justiça na nova Terra (Salmo 119:105; Romanos 15:4; Hebreus 4:12; Tiago 1:18).

DECLARAÇÃO DE CONFIANÇA NOS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE

Como delegados da Sessão da Conferência Geral de 2022 em St Louis, Missouri, expressamos nossa profunda gratidão pela orientação profética de Deus na Igreja Adventista do Sétimo Dia. Com o objetivo de viver “de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4:4 NKJV; cf. Lucas 10:16), levamos a sério as passagens bíblicas que ensinam a natureza permanente do dom de profecia (Romanos 12:6; 1 Coríntios 12:10, 28; Efésios 4:11-14) e prometem sua manifestação no fim dos tempos (Joel 2:28-31; Apocalipse 12:17; 19:10; 22:9). Reconhecemos o dom de profecia na vida e ministério de Ellen G. White (1827-1915).

Acreditamos que os escritos de Ellen G. White foram inspirados pelo Espírito Santo e são centrados em Cristo e fundamentados na Bíblia. Em vez de substituir as Escrituras, eles exaltam seu caráter normativo, protegem a Igreja de “todo vento de doutrina” (Efésios 4:14) e oferecem um guia inspirado para passagens bíblicas sem esgotar seu significado ou impedir um estudo mais aprofundado. Também nos ajudam a superar a tendência humana de aceitar na Bíblia o que gostamos e distorcer ou desconsiderar o que não gostamos.

Comprometemo-nos a estudar em espírito de oração os escritos de Ellen G. White com o coração disposto a seguir os conselhos e as instruções neles encontrados. Seja individualmente, em família, em pequenos grupos, na sala de aula ou na igreja, acreditamos que o estudo de seus escritos nos aproxima de Deus e de Sua Palavra infalível – as Escrituras –, proporcionando-nos uma experiência transformadora e edificante na fé.

Regozijamo-nos no Senhor pelo que já foi realizado na circulação global e local dos escritos de Ellen G. White em formatos impressos e eletrónicos, incluindo egwwritings.org e aplicativos relacionados. Incentivamos o desenvolvimento contínuo de estratégias mundiais e locais para promover a circulação e o estudo de seus escritos no maior número possível de idiomas. O estudo desses escritos é um meio poderoso para fortalecer e preparar o povo de Deus para enfrentar os desafios destes últimos dias à medida que nos aproximamos do breve retorno de Cristo.